Skip to main content

SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA – SGI

A Sistenge possui um Sistema de Gestão Integrada, com base na Sustentabilidade ambiental e tendo como referência as Normas:– ISO 9001 (Qualidade)
– ISO 14001 (Meio Ambiente)
– SA 8000 (Responsabilidade Social)
– OHSAS 18001 (Segurança e Saúde Ocupacional).

E para isso estabeleceu uma Política do SGI e um Manual com a seguinte estrutura: e um Manual com a seguinte estrutura:

Estrutura do Manual:

1 – Apresentação / Generalidades
2 – Objetivo
3 – Escopo
4 – Referências
5 – Termos e definições
6 – Requisitos gerais
7 – Comprometimento de alta direção, política e códigos de conduta

apcd - Sustentabilidade

P.1 – Aspectos Ambientais / Perigos e Riscos de segurança no trabalho
P.2 – Requisitos do produto / serviço
P.3 – Requisitos legais e outros requisitos
P.4 – Relações com o cliente
P.5 – Objetivos e metas
P.6 – Planejamento e programa de gestão integrada
apcd2 - Sustentabilidade

D.1 – Recusos, infraestrutura, preservação produto e ambiente de trabalho
D.2 – Funções, responsabilidades, prestação de contas e autoridades
D.3 – Comunicação, participação e consulta
D.4 – Treinamento, conscientização e competência
D.5 – Documentação e controle de documentos
D.6 – Realização do produto e serviço e controle operacional
D.7 – Projeto e desenvolvimento
D.8 – Aquisição
D.9 – Emergências

C.1 – Medição e monitoramento
C.2 – Não conformidade, ação corretiva e ação preventiva
C.3 – Registros
C.4 – Auditorias

apcd3 - Sustentabilidade

A.1 – Análise crítica e melhoria contínua
apcd4 - Sustentabilidade

POLÍTICA

A Sistenge estabeleceu e implantou sua Política, documentada no Manual de Gestão integrada e divulgada por toda a organização.

Política do sistema de gestão integrada

A SISTENGE é uma empresa atuante no mercado nacional, com gerenciamento, projeto, construção, montagens e prestação de serviços de instalação de ambientes de missão crítica como Data Centers, operação e manutenção de infra-estrutura.

Baseado nos princípios de conduta, nossos objetivos são:

Ser competitivo no mercado através da gestão eficaz da qualidade, responsabilidade social, meio ambiente, segurança e saúde no trabalho;

Atender requisitos legais e outros requisitos assumidos;

Atender os requisitos do cliente;

Buscar a conservação energética e redução de gases de efeito estufa;

Prevenir a poluição através da redução dos resíduos, principalmente na geração de resíduos de obras de construção;

Buscar a confiança e satisfação dos clientes, dos trabalhadores, fornecedores e outras partes interessadas;

Manter nossa capacitação e promover melhoria contínua, principalmente através de renovação tecnológica, melhores práticas operacionais e melhoria de desempenho.

CÓDIGO DE CONDUTA

A Sistenge estabelece seu código de conduta para assegurar relações em toda a cadeia de negócios com base nos princípios de integridade:

Respeito e dignidade aos trabalhadores;

Segurança e saúde no trabalho;

Responsabilidade com o meio ambiente;

Ética nas relações internas e externas no sistema de gestão.

Este código serve para orientar as ações de todos os trabalhadores da SISTENGE e explicitar a postura da empresa, diante dos diferentes públicos com os quais interagem principalmente clientes e fornecedores.
É importante que este código seja refletido nas atitudes de cada trabalhador, independentemente do seu nível hierárquico, pois este código só será efetivo se todos o legitimarem no dia-a-dia.
A gestão do código de conduta é feito nas seções deste manual de forma integrada.

Nos princípios e diretrizes ficam assim definidas:

A) Trabalho
B) Segurança e saúde
C) Meio ambiente
D) Sistema de gestão
E) Ética

Trabalho

A SISTENGE está comprometida em defender os direitos humanos dos trabalhadores e em tratá-los com dignidade e respeito como entendido pela comunidade internacional.

Trabalho forçado ou involuntário

O trabalho forçado, vinculado ou escravo ou trabalho com prisão involuntária não serão usados. Todos os trabalhos serão voluntários e os trabalhadores deverão ser livres para deixá-los mediante uma notificação conforme legislação aplicável. Não será exigido que os trabalhadores entreguem seus documentos de identificação emitidos pelo governo, passaportes ou permissões de trabalho como condição para emprego no Participante ou no Agente de Trabalho.

Trabalho infantil

O trabalho infantil não será utilizado. O termo “infantil” refere-se a qualquer pessoa que seja empregada com menos de 16 anos (ou outra idade determinada pela lei do local), ou em idade de completar o estudo obrigatório, o que for maior. Nós damos suporte à utilização de programas de estágio legítimos no local de trabalho que estão sujeitos a todas as leis e regulamentos aplicáveis para tais programas de estágio.

Horas de trabalho

Os trabalhadores não excederão as horas de trabalho local predominante e compensarão pelas horas extras adequadamente. Os trabalhadores não devem trabalhar mais de 60 horas por semana, incluindo hora extra, exceto em circunstâncias de negócios extraordinárias e com seu consentimento. Os funcionários devem ter permissão para descansar pelo menos um dia por semana.

Salários e benefícios

A remuneração paga aos trabalhadores deverá estar em conformidade com todas as leis sobre salários aplicáveis, inclusive as relativas a salários mínimos, horas extras e benefícios legais obrigatórios. As bases pelas quais os trabalhadores estão sendo pagos devem ser fornecidas nos prazos certos via comprovante de pagamento ou por documentação similar.

Tratamento humano – respeito e dignidade

Não deverá haver tratamento hostil ou desumano, inclusive qualquer assédio sexual, abuso sexual, punição corporal, coerção mental ou física, ou abuso verbal em relação aos trabalhadores: nem deverá existir a ameaça de qualquer um de tais tratamentos.

Não discriminação

Nossa força de trabalho deve ser livre de qualquer assédio ou discriminação ilegal. A SISTENGE não deve envolver em discriminação baseada em raça, cor, idade, sexo, orientação sexual, etnia, deficiência, gravidez, religião, afiliação política, afiliação sindical ou status matrimonial quando da contratação e nas práticas de emprego tais como promoções, gratificações e acesso a treinamento. Além disso, os trabalhadores ou potenciais trabalhadores não deverão ser submetidos a testes médicos que possam ser usados de forma discriminatória.

Liberdade de associação / Relações com sindicatos

A comunicação deve ser aberta e com o envolvimento direto entre trabalhadores e a liderança como formas mais eficazes para resolver assuntos do local de trabalho e de remuneração. Devemos buscar respeitar os direitos dos trabalhadores se associarem livremente, se afiliarem ou não aos sindicatos, buscarem representação, se juntarem a comissões de trabalhadores, de acordo com as leis locais. Os trabalhadores deverão estar aptos para se comunicarem abertamente com a liderança a respeito de condições de trabalho sem medo de represália, intimidação ou assédio.

A SISTENGE mantém um relacionamento aberto com entidades sindicais e reconhece sua representatividade legal perante os funcionários.

Privacidade dos trabalhadores

A SISTENGE condena a violação à privacidade de materiais, objetos pessoais, respeitando a política interna da segurança da informação e patrimônio e a legislação aplicada.

Segurança e saúde

A SISTENGE reconhece que, além de reduzir os incidentes relacionados a ferimentos no trabalho, um ambiente de trabalho seguro e saudável melhora a qualidade dos produtos e serviços, a consistência da produção e a retenção e o moral do trabalhador. Reconhece ainda que as informações trazidas pelos trabalhadores e o treinamento são essenciais para a identificação e solução dos assuntos de saúde e segurança no local de trabalho. O atendimento aos requisitos legais e outros requisitos está no princípio básico.

Os princípios e diretrizes aqui tratados são referenciados pela norma OHSAS 18001.

Saúde Ocupacional

A exposição do trabalhador a riscos potenciais à segurança é controlada através de projeto adequado, controles de engenharia e administrativos, manutenção preventiva e procedimentos de trabalho seguro e saudável e ter treinamento contínuo sobre segurança e saúde. Onde os riscos não possam ser adequadamente controlados por estes meios, os trabalhadores devem receber equipamento de proteção individual (EPI) apropriado e bem conservado. Os trabalhadores não deverão ser punidos por levantarem preocupações com a segurança.

Todos os trabalhadores e seus representantes devem se preocupar em realizar suas atividades seguindo normas e regulamentações vigentes, além dos procedimentos internos estabelecidos.

Respostas a emergências

As situações e eventos de emergência são identificados e avaliados, e seu impacto minimizado pela implementação de planos de emergência e procedimentos para resposta, inclusive relatório de emergência, notificação ao trabalhador e procedimentos para evacuação, treinamento do trabalhador e exercícios de simulação, equipamentos de detecção e combate a incêndios apropriados, instalações para saída adequadas e planos de recuperação. .

Ferimentos e doença ocupacional

Procedimentos e sistemas são implantados para prevenir, gerenciar, rastrear e relatar ferimento ou doença ocupacional, inclusive provisões para:

a) estimular o relato pelo trabalhador;

b) classificar e registrar os casos de ferimentos e de doenças;

c) fornecer o tratamento médico necessário;

d) investigar casos e implementar ações corretivas para eliminar suas causas;

e) facilitar o retorno dos trabalhadores ao trabalho.

Higiene Industrial

A exposição do trabalhador a agentes químicos, biológicos e físicos é identificada, avaliada e controlada. Controles de engenharia ou administrativos são implantados para controlar as exposições em excesso. Quando os riscos não puderem ser adequadamente controlados por tais meios, a saúde do trabalhador deverá ser protegida por programas de equipamento de proteção individual (EPI) apropriado.

Proteção de máquina

As máquinas são avaliadas quanto aos riscos à segurança. Proteções físicas, bloqueadores e barreiras devem ser fornecidos e apropriadamente mantidos onde o maquinário ofereça riscos de ferimento aos trabalhadores, principalmente em situações de elementos rotativos, superfícies cortantes e perfurantes.

Dormitório, sanitários, vestiários e áreas de alimentação

Os trabalhadores devem ter pronto acesso a instalações sanitárias limpas, água potável, preparação higiênica de alimentos, e instalações adequadas para armazenagem e refeitórios. Quando envolver dormitórios oferecidos aos trabalhadores pela SITENGE ou Agente do Trabalho, devem ser mantidos limpos e seguros, e possuírem saídas de emergência, água quente para banho, ventilação e aquecimento adequados, razoável espaço pessoal, além de privilégios de entrada e saída razoáveis.

Meio ambiente

A SISTENGE respeita o meio ambiente e busca a sua preservação em benefício das gerações atuais e futuras. Nas operações de fabricação e realização de serviços/obras, os efeitos adversos na comunidade, no meio ambiente e nos recursos naturais devem ser minimizados e a saúde e segurança públicas devem ser asseguradas. O atendimento aos requisitos legais e outros requisitos está no princípio básico.

Permissões e relatórios ambientais

Todas as permissões, aprovações e registros ambientais exigidos devem ser obtidos, mantidos e atualizados e suas exigências operacionais e de relatórios devem ser seguidas.

Prevenção da poluição e redução de recursos

Os resíduos de todos os tipos, inclusive água e energia, devem ser reduzidos ou eliminados na fonte ou através de práticas tais como modificação de produção, processos de manutenção e de instalação, substituição, conservação, reciclagem e reuso de materiais.

Substâncias perigosas

Materiais químicos e outros materiais que representem perigo se liberados no meio ambiente devem ser identificados e gerenciados para assegurar que seu manuseio, transporte, armazenamento, uso, reciclagem ou reuso, e descarte sejam realizados de forma adequada.

Água residual e resíduos sólidos

A água residual e os resíduos sólidos gerados pelas operações, processos e instalações sanitárias devem ser caracterizados, monitorados, controlados e tratados como requerido, antes da descarga ou descarte.

Emissões no ar

As emissões no ar de produtos químicos orgânicos voláteis, aerossóis, corrosivos, particulados, produtos químicos para esgotamento de ozônio e combustão por produtos gerados pelas operações devem ser caracterizados, monitorados, controlados e tratados como requerido, antes da descarga.

Restrições ao conteúdo do produto / material

A SISTENGE deve atender todas as leis, regulamentos, normas e exigências do cliente aplicáveis com relação à proibição ou restrição de substâncias específicas, inclusive rotulagem para reciclagem e descarte.

Sistema de gestão

A SISTENGE conduz a gestão de seus negócios de acordo com os mais altos padrões éticos. Deve atender plenamente com todas as leis e regulamentos quanto às práticas de suborno, corrupção e negócios proibidos.

A SISTENGE estabelece através deste Manual de Gestão Integrada (SGI) sua política de gestão integrada baseada nos aspectos da qualidade, meio ambiente, responsabilidade social, segurança e saúde no trabalho. Estabelece ainda as responsabilidades por todo sistema de gestão, avaliação de conformidade com os requisitos dos clientes, requisitos legais e outros requisitos assumidos, identificação e mitigação de riscos do sistema, treinamentos e o processo de melhoria contínua.

Ética

A integridade e a ética devem estar presente nas realizações dos processos e negócios da SISTENGE e que possamos garantir que todos que a representam possam tomar decisões condizentes com as convicções aqui descritas.

Relações com os fornecedores

Os fornecedores da SISTENGE devem ser qualificados e avaliados por meio de critérios claros e sem discriminação. Toda decisão dever ter sustentação técnica e econômica, não permitindo favorecimento de qualquer natureza. Para ser aceita como fornecedora, a empresa deve declarar não fazer uso de trabalho infantil e/ou escravo, bem como respeitar a legislação.

É vetado o recebimento de presentes de qualquer natureza, exceto brindes usuais.

Relações com os concorrentes

A SISTENGE condena práticas de difamação, disseminação de inverdades e maledicências, sabotagens, espionagem industrial, contratação de funcionários de concorrentes para a obtenção de informações privilegiadas, roubo de documentos e outros atos ilícitos.

A abordagem de funcionários de concorrentes para efeitos de contratação de ocorrer de forma profissional e de acordo com os trâmites lícitos aceitos pelo mercado.

Relações com o governo

A empresa respeita as autoridades locais e mantém um relacionamento franco e construtivo com o governo e seus órgãos.
A SISTENGE é contrária a pagamentos, a título de gratificação, a funcionários públicos ou representantes do governo.

Relações com a comunidade

É nosso compromisso manter canais de comunicação permanentemente abertos com as comunidades onde estamos inseridos, além de zelar pela melhoria da sua qualidade de vida.

Informações confidenciais

Quaisquer informações confidenciais, ou dados técnicos e financeiros, só poderão ser divulgados por área ou pessoa autorizada pela Diretoria.

Propriedade intelectual

Os direitos de propriedade intelectual devem ser respeitados; a transferência de tecnologia e know-how devem ser feitos de maneira que proteja os direitos de propriedade intelectual.

Conflito de interesses

É inadmissível o conflito de interesses.

Em todas as relações internas e externas o representante da SISTENGE não deve utilizar sua posição ou envolver-se em atividades para favorecer interesses próprios ou de terceiros em detrimento dos interesses da empresa.

Responsabilidades

É responsabilidade de cada funcionário o conhecimento das práticas expressas no Código de Conduta. A violação a qualquer uma das diretrizes descritas no Código resultará em medidas disciplinares apropriadas.

Toda informação referente a possíveis violações éticas será recebida e tratada confidencialmente. É compromisso da empresa analisar o assunto levantado sem expor o autor da mensagem ou permitir que ele seja prejudicado. Para fazer uma manifestação sobre possíveis violações ao Código, procure a área de Recursos Humanos da empresa.

SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL – SGA

O Sistema de Gestão Ambiental da Sistenge está focado na preservação do meio ambiente através do:

Levantamento de aspectos ambientais e análise de seus impactos

Através da Planilha CAP – Consolidação dos Aspectos e Perigos, a Sistenge mantém um levantamento dos aspectos e impactos ambientais aplicáveis a todos os seus processos, desde as áreas Administrativas até as Operacionais, compreendendo:

– Fonte do aspecto e impacto no meio ambiente
– Classificação e caracterização do aspecto / impacto
– Confronto com a legislação
– Ações preventivas e controles atenuantes
– Forma de monitoramento, incluindo documentação associada, tais como procedimento, manual, mapa de riscos, entre outros.

Controle dos resíduos

A Sistenge mantém um sistema de Coleta Seletiva de resíduos, implantada tanto na área Administrativa como nos locais de prestação de serviço (Obras). A gestão dos resíduos é feita através da PGR – Planilha de Gestão de Resíduos, onde são registrados os tipos de resíduo, sua classificação pela legislação aplicável, como é feita a coleta interna e externa e qual o processo aplicado pelo destinador final licenciado. Mantém também Indicadores voltados à redução e eliminação de resíduos. Veja abaixo a lista dos resíduos comuns gerados na Sistenge são:

Lista de resíduos – Sistenge
Papel e papelão Metais ferrosos (aço, ferro, etc)
Plástico (embalagem, plástico de engenharia, copos, garrafa, etc) Metais não ferrosos (alumínio, cobre e ligas)
Embalagem contaminada (tintas, solventes, etc)
Madeira Entulho (gesso, telha, tijolo, etc)
Lixo sanitário Terra e areia
Lixo orgânico Isopor
Pilhas e baterias Lã de vidro
Cartuchos e tonners Oléo diesel
Mobília (cadeiras, mesas, armários) Equipamentos de refrigeração
Vidro Componentes eletrônicos (equipamentos de informática)
EPI Lâmpadas fluorescentes

 

Regularização junto aos Órgãos Ambientais

A Sistenge mantém sua regularização junto aos órgãos governamentais e ambientais, não apresentando nenhuma irregularidade notificação ou multa até o breve momento (Fev/2012).
Para verificar a regularização da Sistenge, basta consultar a página da internet desses órgãos, o qual é disponível a qualquer parte interessada.

CETESB

www.cetesb.sp.gov.br

Sede CETESB
Av. Professor Frederico Hermann Junior, 345 – Alto de Pinheiros
São Paulo – SP
Disque Meio Ambiente 0800 11 3560 (ligação gratuita)

IBAMA
Certificado de Regularidade (link)

Contato: 0800 61 80 80 (ligação gratuita)

Controle de emissão de gases de efeito estufa (GEE)

Os Gases de Efeito Estufa (GEE) são substâncias gasosas naturais responsáveis pelo aquecimento da Terra. Eles são vitais para a manutenção da vida do planeta, já que absorvem parte da radiação infra-vermelha emitida principalmente pela superfície terrestre, e dificultam seu escape para o espaço, mantendo a Terra aquecida.
A Sistenge mantém Inventário de Gases de Efeito Estufa com base no Escopo 1 e 2 através da planilha GSA – Gestão de Sustentabilidade Ambiental. Veja mais detalhes dos Escopos 1, 2 e 3 abaixo:

ESCOPO GEE CATEGORIA DA EMISSÃO FONTES COMUNS DE EMISSÕES
Escopo 1
Emissões diretas da empresa
Fontes Estacionárias Decomposição de carvão, madeira ou resíduos sólidos – geradores que utilizem diesel, caldeiras, fornos, aquecedores e incineradores.
Fontes Móveis Frota da Companhia usando combustíveis- caminhões, ônibus, carros, aviões, barcos, navios e barcas
Fontes de Processo Processos produtivos – fabricação de cimento, produção de alumínio
Emissões Fugitivas Vazamentos – sistema de refrigeração, aquecimento, ventilação, ar condicionado, pilhas de carvão, tratamento de águas residuais no local, aterros, perda de carga (eletricidade)
Escopo 2
Emissões indiretas da empresa
Energia Comprada Energia elétrica, vapor, aquecimento, refrigeração a água refrigerada
Escopo 3
Emissões indiretas da empresa
Energia Comprada Energia elétrica, vapor, aquecimento, refrigeração a água refrigerada

 

Para maiores informações, entre em contato com a Administração do SGI.

SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL – SSO

É a parte essencial para as operações de obras de construção civil.

Para isso, é feito a Identificação dos Perigos, Análise e Controle de Riscos e programas como APR – Análise Preliminar de Risco, Mapa de Riscos, Planos de Atendimento à Emergência e Diálogos de Segurança e Saúde.

Identificação de perigos, análise e controles de riscos

Através da Planilha CAP – Consolidação dos Aspectos e Perigos, a Sistenge mantém um levantamento dos perigos de segurança e saúde aplicáveis a todos os seus processos, desde as áreas Administrativas até as Operacionais, compreendendo:

– Fonte do perigo

– Classificação e caracterização do perigo

– Confronto com a legislação

– Ações preventivas e controles atenuantes

– Forma de monitoramento, incluindo documentação associada, tais como procedimento, manual, mapa de riscos, entre outros.

Para maiores informações, entre em contato com a Administração do SGI.

RESPONSABILIDADE SOCIAL

A gestão da Responsabilidade Social na Sistenge tem como base as normas SA 8000 e a ISO 26000.

A tratativa dos aspectos de responsabilidade social está estabelecida no Manual do Sistema de Gestão Integrada, que tem como seção principal o nosso Código de Conduta.

Para maiores informações, entre em contato com a Administração do SGI.

OBJETIVOS E METAS

Os objetivos e metas para todo o nosso sistema de gestão integrada estão estabelecidos através do desdobramento de nossa Política do SGI, conforme segue:

1 – Ser competitivo no mercado

1.1 Crescimento comercial através do desenvolvimento de novos clientes

1.2 Crescimento comercial pela assertividade de contrato em relação às propostas

1.3 Crescimento comercial através do aumento da rentabilidade das vendas

1.4 Crescimento comercial através do aumento na participação do mercado

1.5 Melhoria na distribuição porcentual do faturamento total por cliente

2 – Gestão eficaz da qualidade

2.1 Controle de processo através da redução do desperdício de material por obra

2.2 Controle da produção através do retrabalho

2.3 Reprovação de material em campo

3 – Gestão eficaz da responsabilidade social

3.1 Colaboração em instituição beneficente

3.2 Atendimento à Lei de Inclusão de Pessoas com Necessidades Especiais

3.3 Atendimento à Lei do Jovem Aprendiz

4 – Gestão eficaz do meio ambiente

4.1 Notificação de irregularidade e/ou atuação de órgão ambiental

5 – Gestão eficaz da segurança e saúde no trabalho

5.1 Redução de acidentes de trabalho

5.2 Não ter notificação de irregularidade ou multa referente a segurança e saúde ocupacional

5.3 Realização de ações preventivas voltadas à Segurança e Saúde

6- Atendimento requisitos legais e outros assumidos

6.1 Assegurar avaliação de aplicação dos requisitos legais e outros requisitos

7 – Atendimento aos requisitos do cliente

7.1 Reduzir reclamações de cliente

7.2 Atendimento ao prazo de entrega do serviço / obra

8 – Busca da conservação energética

8.1 Busca de conservação de energia

9 – Redução de gases de efeito estufa

9.1 Controle dos Gases de Efeito Estufa – Scope 1

9.2 Controle dos Gases de Efeito Estufa – Scope 2

10 – Prevenção da poluição através da redução dos resíduos

10.1 Controle de processo através da redução do desperdício de material por obra de construção civil

10.2 Desenvolver e aplicar tecnologias e processos para reutilização e reciclagem de resíduos

11 – Satisfação dos clientes

11.1 Assegurar a satisfação dos cliente por pesquisa de percepção de carater geral

11.2 Assegurar a satisfação dos clientes por pesquisa pós entrega do serviço / obra

12 – Satisfação dos trabalhadores

12.1 Assegurar a satisfação dos trabalhadores

13 – Satisfação dos fornecedores e outras partes interessadas

13.1 Assegurar a satisfação dos fornecedores

14 – Manter a capacitação

14.1 Realização do programa de treinamento conforme Plano Geral de Treinamento (PGT)

15 – Melhoria contínua através de renovação tecnológica

15.1 Realização de melhorias nos processos através da implantação de novas tecnologias

16 – Melhoria contínua através de melhores práticas operacionais

16.1 Melhorar continuamente os processos através da implantação de melhores práticas operacionais

17 – Melhoria contínua através da melhoria de desempenho

17.1 Controle e aumento da produtividade através dos faturamentos de serviço

17.2 Melhoria no resultado financeiro da obra

17.3 Controle do processo através da redução de horas paradas

Para maiores informações, entre em contato com a Administração do SGI.